O aeroporto de Congonhas é considerado o terceiro aeroporto mais movimentado do Brasil, perdendo para o Internacional de Guarulhos e de Brasília.
Também considerado polêmico, devido a proximidade da cidade e rodovias a sua volta, mas quem será que veio primeiro, o aeroporto ou os prédios a sua volta?
Veja a imagem aérea do aeroporto em 1936 e hoje:

Acompanhando o desenvolvimento da metrópole, em 1936 a cidade ganhava um novo aeroporto na região da Vila Congonhas, distrito de Campo Belo. Um estudo técnico foi realizado pelo Governo de São Paulo em 1935 para a escolha do sítio onde se localizaria o novo aeroporto. A região de Congonhas foi escolhida por suas condições naturais de visibilidade e de drenagem, longe das áreas de enchente do Rio Tiete e no mesmo ano, o Governo do Estado de São Paulo adquiriu a área para abrigar o Aeroporto.

 

ef785-aeroporto20congonhas1950
A pavimentação só ocorreu em 1950
1960
Homens trabalhando na expansão do Aeroporto – 1960

O nome Congonhas é uma homenagem ao Visconde de Congonhas do Campo, Lucas Antônio Monteiro de Barros (1823-1851), primeiro governante da Província de São Paulo após a Independência do Brasil (1822). Congonhas também é o nome de um tipo de erva-mate muito comum em Minas Gerais, na região onde se situa Congonhas do Campo, cidade natal de Monteiro de Barros.

default (1)

Em 1954 foi inaugurado o Pavilhão de Autoridades, para embarque e desembarque de governantes dentre outras pessoas importantes. Este pavilhão conserva até hoje vários elementos artísticos, como um mural do artista Di Cavalcante.

Com as reformas, Congonhas passou a receber voos de todo o Brasil e também do exterior. A ala internacional do aeroporto foi inaugurada em 1959, mesmo ano que também estrou a ponte aérea Rio-São Paulo, realizada pelas antigas companhais Vasp, Cruzeiro do Sul e Varig, ainda com aeronaves com motores a combustão.

7c27a-congonhas-alainternacional
Congonhas – Ala Internacional

091100_2677486

gg_img_257
Panair do Brasil

Congonhas era um dos lugares mais badalados de São Paulo, no final da década de 1950. O salão principal possuía uma série de estabelecimentos comerciais, como empresas de turismo e estações de telégrafo e rádio internacional. No último andar do prédio andar ficava o concorrido salão de festas, local que também era palco de shows das maiores personalidades da música nesse tempo. As pessoas circulavam pelo jardim do aeroporto, como em pracinhas, e o terraço era um point e programa de muitos paulistas, onde ficou apelidado de “Prainha dos Paulistas”.

 

Airbus A3001980
Airbus A300 – 1980

O piso xadrez é uma marca registrada do aeroporto existente até hoje.

461c3-congonhas1970
1970

Em 1985 houve a transferência dos voos internacionais e nacionais para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, deixando assim somente a operar os voos regionais e os de ponte-aérea, causando a ociosidade do mesmo.

1990 volta a operar os voos domésticos e se torna novamente o aeroporto mais movimentado do país.

Hoje, o aeroporto funciona 17 horas diariamente, das 06:00 as 23:00hs.

Congonhas recebe em média 585 movimentações por dia, entre pousos e decolagens, e mais de 19 milhões de passageiros, interligando São Paulo a 30 localidades.

Com um sítio aeroportuário de aproximadamente 1,5 km² de área, Congonhas é considerado o aeroporto executivo do país, com 4 empresas aéreas operando no momento: AZUL, AVIANCA, GOL E TAM.

16013452
Aeroporto de Congonhas

Assista também o vídeo com imagens e recordações do aeroporto:

*Todas as imagens foram retiradas da internet;

* Fonte das informações: Infraero

 

AssinaturaPost

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...